EM DESTAQUEIMPRENSANOTÍCIAS
Tendência

Deputada Carla Zambelli, em artigo, rebate revista de esquerda que atacou Michelle Bolsonaro:”O Bezerro de Ouro Vermelho”



O Bezerro de Ouro Vermelho

A Fórum, revista de extrema-esquerda, disse que Michelle Bolsonaro propaga discurso de ódio ao questionar “Como pode ter Cristão Comunista”.

No panfleto assinado por Plinio Teodoro, a revista diz que questionar a existência de um “cristão comunista” é uma “estratégia de demonização do outro”. Partindo desse pressuposto, a revista — que busca ajudar o projeto socialista de Lula junto aos evangélicos — acaba afastando os católicos, afinal, foi o Santo Papa Pio XII que exarou a Bula que ficou conhecida como “decreto contra o comunismo”. O documento prevê a excomunhão automática (latae sententiae) de todos os católicos que, “em obstinação consciente, aderem ao ateísmo e ao materialismo associado ao comunismo e às doutrinas marxistas”.

A Revista Fórum afirma, portanto, que o Papa Pio XII propagou discurso de ódio.

É incontestável que Socialismo e Cristianismo sejam antagônicos. Como água e óleo, não se misturam. Não se trata de recurso retórico ou interpretação subjetiva. A incompatibilidade entre a ideologia marxista e o cristianismo é uma constatação objetiva da realidade.

Podemos começar pelo 6º mandamento (Êxodo 20:13) que diz “Não matarás.”.
Fora do mundo material não existe uma Suprema Corte que possa distorcer e interpretar uma regra objetiva para satisfazer uma ideologia. É uma ordem expressa, clara e objetiva. E, gostem ou não da lembrança, a tinta usada para escrever a história do socialismo foi o sangue dos seus oponentes.

Contudo, não precisamos perscrutar as milhares de páginas que registram os fuzilamentos em massa, os campos de concentração, a fome e toda sorte de barbaridades socialistas que ceifaram mais de 100 milhões de vidas em menos de um século. Ainda hoje, continuam defendendo a morte. Ignoram a regra objetiva do Sexto Mandamento promovendo a morte de milhões seres inocentes e incapazes de se defender ou mesmo de pedir misericórdia. Ao defender o aborto, o socialismo ignora Cristo. Ignora que a relação do Criador com os homens começa ainda no ventre de suas mães. “Antes que eu te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da mãe te santifiquei; às nações te dei por profeta.” (Jeremias 1:5)

Não adianta dizer, como Lula, que “pessoalmente” é contra o aborto e continuar liderando uma facção e um projeto que trabalha em favor da morte. A prova da incompatibilidade do socialismo com o cristianismo também pode ser observada nessa confissão de “omissão conivente”. “Se alguém pecar porque, tendo sido testemunha de algo que viu ou soube, não o declarou, sofrerá as consequências da sua iniquidade.” (Levítico 5:1)

Seguindo adiante, lembro que Cristianismo estimula a união e a caridade. O socialismo propaga ressentimento e divisão entre as pessoas. Apesar do malabarismo retórico de seus ideólogos, temos assistido, na prática, os efeitos da “luta de classes” do socialismo em nossa sociedade, colocando “todos contra todos”: Ricos contra pobres; mulheres contra homens; homossexuais contra heterossexuais; clientes contra comerciantes; negros contra brancos; funcionário contra empregador e outros…

Richard Wurmbrand, um escritor evangélico romeno que foi preso e barbaramente torturado pelo regime comunista, escreveu uma obra intitulada “Marx & Satan” que revela algumas citações de Karl Marx que merecem ser lembradas:

“Os vapores infernais elevam-se e enchem o cérebro, Até que eu enlouqueça e meu coração seja totalmente mudado. Vê esta espada? O príncipe das trevas, Vendeu-a para mim.” E outra, de um poema que escreveu em 1849 que diz: “Desejo vingar-me d’ Aquele que governa lá em cima.”

Apesar de tudo o que sofreu e de conhecer a verdadeira raiz do socialismo, Richard Wurmbrand jamais pregou o ódio aos comunistas. Defendia que os socialistas deveriam ser vencidos pelo amor.

Resolvi acolher este sábio conselho. Ainda que nos acusem de fazer “discurso de ódio”, defendo que continuemos falando a verdade. Informar ao próximo sobre os perigos que lhe cerca é um ato de amor e, também, o mais lindo e completo ensinamento de Cristo: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Marcos 12:31).

Carla Zambelli é Deputada Federal por São Paulo

Fonte
Terra Brasil Notícias

Artigos relacionados

6 Comentários

  1. É importante que durante este ano até às eleições a senhora publique neste canal os deputados e partidos que votaram a favor do Fundão e nas PEC que Bolsonaro criou e o Congresso não aprovou ou ainda nem colocou em votação

  2. Essa senhora, zambeli, só muda a ideologia,nada mais.Fim do fórum privilegiado,prisão em segunda instância, maioridade penal,Voto facultativo, além de outras propostas não é com Carla.Lembrarei da senhora nas eleições

    1. Honestamente eu não entendi o que o senhor quis dizer sobre ideologia. Quanto as pautas que o senhor mencionou, não dependem de mim pautá-las.
      Eu voto as matérias, mas quem tem prerrogativa para colocá-las em votação é o presidente da câmara dos deputados.
      Abraços!!

  3. Carla disse muito bem,o que não falta é argumento que justifique o que a primeira dama falou, ninguém pode se expressar com uma única sílaba que está esquerda maldita da ataque de pelanca (que nojo) ainda bem que temos vocês.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo