NOTÍCIAS

Deputada Carla Zambelli solicita à PGR investigação contra Túlio Gadelha e Marília Arraes por supostos crimes revelados em áudio



A deputada federal Carla Zambelli protocolou notícia de fato na Procuradoria-Geral da República, no último dia 24 de novembro, contra os deputados federais Marília Valença Rocha Arraes de Alencar (PT) e Túlio Gadelha Sales de Melo (PDT) por suspeita de graves crimes contra a administração pública e a legislação eleitoral.

No documento a parlamentar pontua que o deputado Gadelha teria dito, em áudio obtido pela revista VEJA, ter contratado “19 pessoas”, das quais algumas seriam “o pessoal que ajuda na campanha”. Se estes se tratarem de assessores parlamentares, o parlamentar estaria incorrendo nos crimes de Caixa 2 e Peculato, uma vez que funcionários contratados para gabinete parlamentar “são remunerados com dinheiro público e, pelo princípio da legalidade estrita, seu trabalho deve estar restrito às atividades inerentes ao exercício do mandato parlamentar”.

O áudio também sugere que Marília Arraes teria confessado o desvio de salários de assessores de gabinete para proveito próprio, prática conhecida como “rachadinha” e considerada criminosa segundo o artigo 312 do Código Penal. Arraes ainda tinha como objetivo, segundo o teor do áudio, financiar sua campanha eleitoral, o que a faria incorrer, sem a devida prestação de contas, no crime de Falsidade Ideológica para fins Eleitorais. Em ambos os casos, poder-se-ia configurar, consequentemente, abuso de poder econômico e improbidade administrativa. Zambelli pede à PGR que investigue o caso e tome as medidas legais a respeito de Túlio Gadelha e Marília Arraes caso confirmados indícios da prática de crimes.

Artigos relacionados

8 Comentários

  1. MUITO BEM MINHA AMIGA CARLA ZAMBELE. VAMOS COLOCAR ESSES COMUNISTA LADRÕES NA CADEIA. O SEU LUGAR IDEAL. MUDA BRASIL NÓS ACREDITAMOS

  2. SEMPRE ATUANTE E A FRENTE. ACREDITAMOS EM PAÍS MAIS JUSTO E HUMANO. PELO FÍM DAS CORRUPÇÕES E CRIMES CONTRA A ORDEM TRIBUTÁRIA E ELEITORAIS. CARLA ZAMBELLI E PRESIDENTE BOLSONARO 2022.

  3. Cadeia para o vagabundo que é conhecido, apenas, como o namorado de Fátima Bernardes e para Marília Arraes, neta do pior governador que Pernambuco já teve

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo